Lucro Médio: como calcular em uma farmácia?

Como Calcular O Lucro Medio De Uma Farmacia Blog - Recuperação de Impostos | Arte Fiscal

Sumário

Saiba como calcular o lucro médio de uma farmácia

Ainda não sabe quanto sua farmácia poderá trazer de lucro desejado. Aprenda agora como fazer os devidos cálculos e não ficar no prejuízo.

O faturamento positivo de uma farmácia é importante para que o empreendimento se mantenha em funcionamento. 

Saber o quanto sua farmácia consegue faturar vai lhe auxiliar a prever o que pode ser esperado do negócio.

Entretanto, é preciso aprender os passos certos para lucrar.

Quer ajuda para fazer uma revisão tributária da sua empresa?

A Planrec pode ajudar você a recuperar seu dinheiro, deixe seus dados e nossos especialistas entrarão em contato.

Sendo assim, veja mais sobre esse assunto e promova uma melhor gestão da sua empresa.

Siga a leitura do nosso artigo até o final e tenha uma excelente experiência!

Lucro médio: descubra o que é

O lucro médio é um método para identificar qual a margem de lucro alcançada em cada unidade de um certo produto vendido.

Ele também se refere à margem de lucro bruto realizada por uma empresa dentro de um período de tempo específico, como um ano civil.

Diferença entre lucro líquido e lucro operacional

Para falar de lucro médio em uma farmácia, primeiro precisamos entender o lucro operacional e o lucro líquido, pois eles são dois números diferentes. 

O lucro não-operacional tem motivado o aumento na receita das farmácias. Já o lucro operacional provém da atividade principal do negócio, que é a venda de medicamentos e afins. 

Entretanto, existe o lucro não-operacional, que provém de itens que não são a compra e venda de produtos, como, por exemplo: a recarga de celular ou a prestação de serviços.

Como calcular o lucro líquido?

Vimos que o lucro líquido é o lucro final.

Para chegar até ele, é preciso somar o lucro operacional com o não-operacional.

Fazendo o desconto das despesas correspondentes a cada uma dessas etapas, o resultado final é o lucro líquido.

O importante é que esse número seja elevado.

Lucro médio: saiba a importância da conciliação bancária no lucro médio de uma farmácia

Uma das formas de ter um resultado seguro relacionado ao lucro médio de uma farmácia é através da conciliação bancária, uma ferramenta de controle interno para o fluxo de recursos. 

No entanto, essa ferramenta nem sempre é valorizada pelos empresários, mesmo sendo a melhor maneira de controlar o fluxo de recursos do estabelecimento.

A conciliação bancária serve para controlar as saídas e entradas de recursos da farmácia, assim como para o uso dos cartões e dos cheques.

É fundamental para garantir que o lucro do mês seja contabilizado. 

Em um panorama novo, onde o lucro líquido das farmácias é complexo e provém de vários produtos diferentes, a conciliação bancária é fundamental para manter a saúde financeira da farmácia.

Como calcular o lucro médio de uma farmácia?

Apesar das expectativas para o setor serem otimistas, muitos empresários do ramo acabam fechando as portas por não saberem exatamente como calcular o lucro médio do seu negócio.

Vimos aqui, que o lucro médio não é calculado apenas baseado na receita e na despesa. Por isso, vamos procurar entender como esse lucro é calculado.

A contabilidade para as farmácias é um investimento necessário para que os cálculos sejam feitos da maneira correta. 

Além do mais, o profissional do ramo é o mais indicado para informar qual o lucro médio que deve ser inserido no preço de cada produto mediante os impostos a serem descontados. 

Um dos problemas é não basear o preço final contabilizando o imposto correto referente ao produto.

Para isso, primeiro é preciso saber quais os custos variáveis e os custos fixos para conseguir estabelecer um preço final para o seu produto. 

As despesas fixas são as que não variam todo mês, tais como: 

  • Internet;
  • Luz;
  • Salários;
  • Aluguel;
  • Telefone.

Com o número final das despesas fixas, elas serão divididas pelo número de produtos e  assim será estabelecido o percentual que contará para o produto final.

As despesas variáveis têm oscilações, contando como variável desde os gastos com  embalagem do produto até as taxas de cartão e outras despesas não previstas no orçamento.

Para isso, cada uma das variáveis devem ser computadas com um percentual médio e, também, deve existir um orçamento com folga para cobrir aquelas que não são previstas sem prejudicar o fluxo de caixa do mês.

Qual a diferença entre a margem de lucro e lucro médio?

É importante não confundir a margem de lucro com o lucro médio.

Ele é o que sobra das vendas, enquanto que a margem de lucro é calculada de forma individual para cada produto.

Para fazer esse cálculo utiliza-se o mark-up, que é uma ferramenta utilizada pela contabilidade.

O cálculo do mark-up sobre o produto também é uma fórmula simples para manter o lucro médio saudável da sua farmácia.

Para isso, basta possuir os índices de despesas fixas, despesas variáveis e a margem de lucro desejável para o produto.

Com isso, a fórmula é 100 – (DF + DV + ML), onde 100 representa o mark-up. Depois, deve multiplicar esse número pelo custo do produto. 

O custo do produto (CP) representa o valor de compra do produto sem contar com tributos, as despesas ou descontos. É esse o número de partida pelo qual todos os outros valores serão acrescidos.

O custo do produto relacionado ao preço final, entretanto, varia de acordo com a opção tributária feita pela farmácia. 

Essa opção deve ser feita, preferencialmente, por um profissional de contabilidade especializado no ramo.

Créditos tributários para farmácias: entenda mais sobre esse assunto

Se a farmácia se encaixar no Simples Nacional, por exemplo, ela não poderá ter nenhum tipo de crédito tributário.

No Lucro Real, é possível descontar o valor do crédito tributário do ICMS correspondente a 18%, do Cofins correspondente a 7,6% e do PIS que corresponde a 1,65% sobre o preço do produto. No Lucro Presumido, podemos retirar o valor do ICMS.

Mas, esses percentuais devem ser previstos pela contabilidade.

Ainda assim, o preço de tabela deve incluir as possibilidades de desconto e eventuais comissões aos funcionários, além de contar com possíveis danos nas mercadorias e extravios.

Por fim, devemos lembrar que uma pesquisa de mercado garante que o preço final esteja equiparado com o preço oferecido pela concorrência. Afinal, não vale a pena estabelecer cálculos corretos se o preço final é mais elevado do que em outras farmácias. 

Mesmo assim, existem várias opções de diferenciação do serviço que podem ser adotadas por farmácias menores para fugir do preço menor oferecido pelas grandes redes.

Conte com a Arte Fiscal para cuidar da contabilidade da sua farmácia

Somos especialistas em serviços contábeis para farmácias e comércios de outros segmentos.

Entre em contato conosco para conhecer nossas soluções e saber como podemos te ajudar! 

Clique aqui para falar com um de nossos colaboradores.

ENTRAR EM CONTATO!

Classifique nosso post

Recupere Seus Impostos Nexxo Consultoria Empresarial.jpg - Recuperação de Impostos | Planrec Gestão Tributária

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Veja também

Posts Relacionados

Aprenda A Identificar O Crédito Tributário E Aplique Na Sua Empresa! - Recuperação de Impostos | Planrec Gestão Tributária

Crédito Tributário: Saiba como aplicar na sua empresa

Aprenda a identificar o Crédito Tributário e saiba aplicar na sua empresa!  Veja como o crédito tributário funciona e como descobrir se a sua empresa tem direito a esse benefício Você sabia que a sua empresa pode ter direito a

Recomendado só para você
Passo a passo de como realizar a recuperação de tributos…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top