Alíquota no Simples Nacional: como funciona?

Entenda Sobre A Aliquota No Simples Nacional E Descubra Se E Vantajoso Ou Nao Para O Seu Negocio Blog - Recuperação de Impostos | Arte Fiscal

Sumário

Conheça as alíquotas no Simples Nacional

Para abrir uma empresa ou trocar o regime tributário é importante conhecer sobre a alíquota no Simples Nacional. Assim, será possível saber se é vantajoso optar por essa modalidade de tributação.

A escolha do regime tributário é uma das decisões mais importantes dentro de um negócio, pois está diretamente ligada a como serão calculados os tributos.

No Brasil, existem três modalidades de tributação: o Simples Nacional, o Lucro Real e o Lucro Presumido. Cada um deles possui suas regras e suas alíquotas.

Devido ao sistema tributário do Brasil ter um alto grau de complexidade, foram criadas várias modalidades de enquadramento e alíquotas distintas para diferentes tipos de serviço e comércio.

Quer ajuda para fazer uma revisão tributária da sua empresa?

A Planrec pode ajudar você a recuperar seu dinheiro, deixe seus dados e nossos especialistas entrarão em contato.

Por conta disso, a alíquota no Simples Nacional não possui um valor único. A diferença será com relação aos impostos a serem pagos e pela natureza e complexidade do negócio.

Por esse motivo é essencial conhecer sobre a alíquota no Simples Nacional, só assim será possível fazer uma escolha seja acertada na escolha do regime tributário.

Elaboramos este post para que você conheça a variação da alíquota no Simples Nacional e consiga compreender se esse é o regime tributário ideal para o seu modelo de negócio.

Acompanhe!

Alíquota no Simples Nacional: entenda como é definida

Em primeiro lugar, para que o empresário entenda como ele será enquadrado no regime tributário do Simples Nacional será necessário estar atento a algumas situações.

Será necessário buscar em qual das tabelas reguladoras do Simples Nacional o seu modelo de negócio está inserido e qual o código destinado para ele.

Somente após essa identificação será possível saber qual alíquota será aplicada à sua empresa.

O regime tributário do Simples Nacional é composto por cinco anexos, também conhecido como tabelas, onde cada um deles dispõe de alíquotas distintas.

Para que você entenda com detalhes as particularidades de cada tabela, falaremos de cada uma delas individualmente a seguir. Confira!

Anexo I do Simples Nacional

As alíquotas presentes nessa tabela dizem respeito às empresas do ramo do comércio. Ou seja, as lojas de modo geral.

E os percentuais de tributação são aplicados de acordo com o valor referente à receita bruta total no prazo de doze meses.

Sendo assim, quanto maior for a receita, maior será a alíquota no Simples Nacional que será aplicada a sua empresa. Observe a seguir como funciona:

  • R$180 mil reais – 4% de alíquota;
  • De R$180.000,01 a R$360.000,00 – 7,3% de alíquota;
  • De R$360.000,01 a R$720.000,00 – 9,5% de alíquota;
  • De R$720.000,01 a R$1.800.000,00 milhões – 10,7% de alíquota;
  • De R$1.800.000,01 a R$3.600.000,00 – 14% de alíquota;
  • De R$3.600.000,01 a R$4.800.000,00 – 19% de alíquota.

Vale lembrar que as alíquotas citadas dizem respeito a empresas que possuem o seu modelo de negócio relacionado ao ramo do comércio. 

Anexo II do Simples Nacional

A alíquota no Simples Nacional que consta na tabela dois está relacionada a fábricas e empresas industriais. 

Observe que a alíquota também é aplicada de acordo com o rendimento bruto das empresas, assim como a tabela anterior.

Porém, devido à mudança da área de atuação, que no caso da tabela número dois é o setor da indústria, o percentual aplicado sofre com uma variação um pouco maior. Veja:

  • R$180.000,00 – 4,5% de alíquota;
  • De R$180.000,01 a R$360.000,00 – 7,8% de alíquota;
  • De R$360.000,01 a R$720.000,00 – 10% de alíquota;
  • De R$720.000,01 a R$1.800.000,00 milhões – 11,2% de alíquota;
  • De R$1.800.000,01 a R$3.600.000,00 – 14.7% de alíquota;
  • De R$3.600.000,01 a R$4.800.000,00 – 30% de alíquota.

Anexo III do Simples Nacional

A tabela número três apresenta as alíquotas aplicadas a empresas prestadoras de serviço de instalação, reparos e manutenção.

Enquadram-se também no anexo três as agências de viagens, empresas de contabilidade, academias, consultórios médicos e odontológicos, entre outras.

Ela também é baseada seguindo a receita das empresas e a alíquota do Simples Nacional também varia em relação ao modelo de negócio. Observe:

  • R$180.000,00 – 6% de alíquota;
  • De R$180.000,01 a R$360.000,00 – 11,2% de alíquota;
  • De R$360.000,01 a R$720.000,00 – 13,5% de alíquota;
  • De R$720.000,01 a R$1.800.000,00 milhões – 16% de alíquota;
  • De R$1.800.000,01 a R$3.600.000,00 – 21% de alíquota;
  • De R$3.600.000,01 a R$4.800.000,00 – 33% de alíquota.

Anexo IV do Simples Nacional

Na tabela número quatro a alíquota no Simples Nacional é aplicada também para empresas prestadoras de serviço. Porém, as atividades são diferentes das presentes na tabela anterior. 

O anexo quatro trata das empresas que oferecem serviço de limpeza, vigilância, construção de imóveis e serviços advocatícios. Veja as alíquotas para essas empresas:

  • R$180.000,00 – 4,5% de alíquota;
  • De R$180.000,01 a R$360.000,00 – 9% de alíquota;
  • De R$360.000,01 a R$720.000,00 – 10,2% de alíquota;
  • De R$720.000,01 a R$1.800.000,00 milhões – 14% de alíquota;
  • De R$1.800.000,01 a R$3.600.000,00 – 22% de alíquota;
  • De R$3.600.000,01 a R$4.800.000,00 – 33% de alíquota.

Anexo V do Simples Nacional

A tabela número cinco também é destinada às empresas prestadoras de serviços, mas que atuem com serviço de auditoria, jornalismo, tecnologia entre outros. 

De todas as tabelas essa é a que inicia com uma alíquota maior em relação ao rendimento bruto anual do negócio. Observe:

  • R$180.000,00 – 15,5% de alíquota;
  • De R$180.000,01 a R$360.000,00 – 18% de alíquota;
  • De R$360.000,01 a R$720.000,00 – 19,5% de alíquota;
  • De R$720.000,01 a R$1.800.000,00 milhões – 20,5% de alíquota;
  • De R$1.800.000,01 a R$3.600.000,00 – 23% de alíquota;
  • De R$3.600.000,01 a R$4.800.000,00 – 30,50% de alíquota.

É importante lembrar, que para saber qual alíquota do Simples Nacional será aplicada ao seu negócio é preciso saber em qual tabela ele se enquadra.

E devido à variedade de possibilidades, contar com o auxílio de profissionais especializados é uma ótima alternativa. 

Conheça a Arte Fiscal

Como vimos, a alíquota no Simples Nacional a ser aplicada em uma empresa depende de uma série de fatores como, por exemplo, faturamento e modelo de negócio.

Para saber com precisão qual será a alíquota da empresa é necessário observar com atenção os cinco anexos do Simples Nacional.

Porém, pode ser trabalhoso e talvez você fique com muitos questionamentos a serem respondidos.

Por isso, você precisa conhecer a Arte Fiscal!

Nós possuímos um time de profissionais qualificados que irão te auxiliar nas suas dúvidas.

Para entrar em contato conosco, basta clicar no ícone do whatsapp e ser atendido por um de nossos especialistas.

Contar com o auxílio de um contador para verificar qual será a alíquota da minha empresa!

5/5 - (1 vote)
Summary
Alíquota no Simples Nacional: como funciona?
Article Name
Alíquota no Simples Nacional: como funciona?
Description
Conheça as alíquotas no Simples Nacional. Leia mais sobre o assunto e saiba se é vantajoso optar por essa modalidade de tributação.
Author
Publisher Name
Arte Fiscal Consultoria Tributária
Publisher Logo
Recupere Seus Impostos Nexxo Consultoria Empresarial.jpg - Recuperação de Impostos | Planrec Gestão Tributária

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Veja também

Posts Relacionados

5 Problemas Fiscais Mais Comuns Em Empresas E Como Evitá Los - Recuperação de Impostos | Planrec Gestão Tributária

5 Problemas fiscais que você DEVE evitar

Os 5 problemas fiscais mais comuns e como evitá-los Navegue através dos problemas fiscais e aprenda como fugir de forma correta para o bem da sua empresa. Os problemas fiscais são situações que acabam afetando diversas empresas, e isso acontece

Precificação De Medicamentos Como Deve Ser Feita (1) - Recuperação de Impostos | Planrec Gestão Tributária

Precificação de Medicamentos: Eficiência e Lucratividade

Precificação de medicamentos: Como fazer de forma inteligente e lucrativa Navegue pelas oportunidades da precificação de medicamentos e descubra como otimizar seus lucros. A precificação de medicamentos é uma das tarefas mais cruciais para qualquer farmácia ou drogaria.  Determinar o

Desvendando As Obrigações Tributárias Um Guia Definitivo Para O Seu Comércio Varejista! - Recuperação de Impostos | Planrec Gestão Tributária

Guia definitivo: obrigações tributárias no varejo!

Conheça as Obrigações Tributárias Cruciais para Comércios Varejistas: Um Guia para Evitar Penalidades e Otimizar Lucros! Entenda as obrigações tributárias essenciais para varejistas e aprenda como cumprir suas responsabilidades para evitar penalidades e impulsionar seus resultados financeiros. No universo do

Recomendado só para você
O que são regras tributárias e perfis tributários? Saiba mais!…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top