Produtos monofásicos reduzem os custos e aumentam os lucros da sua autopeças

Entenda O Que Sao Produtos Monofasicos Em Sua Autopeca E Como A Tributacao Funciona Blog - Recuperação de Impostos | Arte Fiscal

Produtos monofásicos: entenda o que são os produtos monofásicos em sua autopeças e como a tributação funciona

As autopeças são consideradas produtos monofásicos e estão isentas de impostos para o setor varejista. Dessa forma, conhecer bem a legislação reduz os custos e aumenta o faturamento das revendedoras. Leia o nosso artigo para saber mais. 

Produtos monofásicos são aqueles sobre os quais incide o regime de tributação monofásica. Alguns exemplos são combustíveis, produtos farmacêuticos e autopeças. 

Nesse regime tributário, as revendedoras de autopeças do setor varejista estão isentas de recolhimento de impostos. A tributação acontece em um momento anterior.

Um dos principais objetivos do empreendedor é reduzir custos e potencializar seu lucro. Atualmente, devido ao momento de crise vivenciado a nível mundial, conseguir atingir essa meta é algo cada vez mais desafiador.

Quer ajuda para fazer uma revisão tributária da sua empresa?

A Planrec pode ajudar você a recuperar seu dinheiro, deixe seus dados e nossos especialistas entrarão em contato.

Dessa forma, quaisquer estratégias e procedimentos que possam contribuir para a melhoria dos resultados de uma empresa são muito bem-vindos.  

Conhecer bem as legislações aplicáveis ao seu ramo de negócio, principalmente no que se refere ao recolhimento de impostos, é fator essencial para o sucesso. Neste artigo, explicamos, de maneira simples, como entender o regime tributário referente aos produtos monofásicos pode ajudar sua loja de autopeças a crescer ainda mais. Confira!

O que são produtos monofásicos?

Produtos monofásicos são aqueles que, segundo a Instrução Normativa SRF nº 594/2005, estão enquadrados no regime de tributação monofásica. Isso quer dizer que a cobrança de PIS e de COFINS incidirá sobre eles em uma única vez, sendo cobrada apenas do setor industrial ou de importação.

Nessa categoria, estão classificados produtos como:

  • Produtos de higiene pessoal e de perfumaria;
  • Bebidas (cerveja, refrigerantes e água);
  • Produtos farmacêuticos;
  • Máquinas;
  • Veículos;
  • Combustíveis (óleo diesel, gasolina, biodiesel, gás liquefeito de petróleo, álcool hidratado para fins carburantes, querosene de aviação);
  • Pneus, câmaras de ar e autopeças.

Considerando o regime tributário a que estão sujeitos, os produtos monofásicos possuem alíquota zero para o setor varejista ou para o distribuidor.

 Isso torna seu comércio extremamente vantajoso para os lojistas do setor de autopeças, sendo, por isso, imprescindível conhecer as regras atreladas à isenção de impostos.

A partir da tabela NCM (Nomenclatura Comum do Mercosul), pode-se verificar a descrição dos produtos monofásicos a fim de confirmar se as mercadorias em seu estoque estão, de fato, enquadradas na classificação. Confira essa tabela aqui.

Mas, afinal de contas, o que são o PIS e a COFINS?

Em um país com um sistema tributário complexo e com elevados valores como o Brasil, é normal ficar confuso quanto a algumas siglas. 

Entretanto, para usufruir dos benefícios proporcionados pelos produtos monofásicos, é preciso conhecer bem duas delas: PIS e COFINS. 

O PIS (Programa de Integração Social) é uma espécie de tributo de responsabilidade do empregador, utilizado para custear alguns direitos trabalhistas. 

O PIS é destinado a trabalhadores cujo vencimento mensal não ultrapasse duas vezes o salário mínimo, considerando como base o ano anterior ao de seu pagamento.

Para ter direito ao benefício, é necessário que o trabalhador esteja cadastrado no programa há no mínimo 5 anos e tenha trabalhado em uma empresa contribuinte por pelo menos 30 (trinta) dias. 

Já a COFINS (Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social) é o valor pago pelas empresas para custear os sistemas de Saúde Pública, de Previdência e de Assistência Social.

Para as empresas optantes pelo Simples Nacional, há um regime diferenciado de tributação, e o valor cobrado aumenta conforme a elevação da receita anual.

A cobrança de PIS e de COFINS é um assunto bastante polêmico, uma vez que essas modalidades de impostos existem apenas no Brasil.

Além disso, acredita-se que, de maneira geral, há uma tributação excessiva em diversas áreas para o empreendedor.

Como obter a isenção tributária prevista?

O primeiro passo é verificar se a empresa é optante pelo Simples Nacional, pois essa é uma condição mandatória para usufruir das vantagens geradas pelo comércio de produtos monofásicos.

É preciso, também, conhecer com um nível maior de detalhamento a legislação que trata sobre o assunto. 

Interpretar seu conteúdo não é uma tarefa fácil, e é necessário dar especial atenção às orientações a respeito do processo de regulamentação.

Outra ação indispensável é classificar corretamente os produtos monofásicos existentes em estoque. 

Muitas vezes, por desconhecimento e por inexperiência, lojistas acabam por classificá-los erroneamente, e isso acarreta uma bitributação (impostos recolhidos novamente, ainda que o recolhimento tenha ocorrido em uma fase anterior).

É importante realizar de forma adequada essa parametrização, para evitar prejuízos e também o retrabalho em caso de necessidade de revisão tributária (solicitação de revisão dos valores de impostos pagos em duplicidade).

Como a isenção pode ajudar seus negócios?

A isenção de impostos é essencial para reduzir consideravelmente os custos de uma empresa. Portanto, somente esse já seria um benefício imenso obtido por meio da comercialização de produtos monofásicos. 

Há, porém, uma série de outros fatores que tornam essa atividade extremamente vantajosa.

Um ponto que merece destaque é a vantagem competitiva obtida a partir do regime monofásico de tributação. 

Como não será necessário arcar com os custos para pagamento de PIS e de COFINS, esse valor não precisa ser repassado para o consumidor. 

Dessa forma, é possível revender a mercadoria a um valor mais atrativo e, com isso, alavancar o faturamento da empresa.

A importância da contratação de bons profissionais da área contábil

Para não cometer erros durante o processo de classificação e de precificação de produtos monofásicos, é essencial contar com a assessoria de um escritório de contabilidade de confiança.

Profissionais experientes no assunto assegurarão que todas as normas referentes ao regime tributário estarão sendo cumpridas, bem como esclarecerão todas as dúvidas a respeito do assunto.

Outra vantagem de contar com um bom aconselhamento na área contábil é em caso de necessidade de revisão tributária. 

Quando impostos foram recolhidos em duplicidade para produtos monofásicos, por motivo de classificação incorreta ou de falta de conhecimento sobre o benefício, é possível reaver esses valores junto ao Estado.

Em uma situação como essa, um escritório contábil de confiança poderá efetuar os cálculos necessários e atuar administrativamente para solicitar a recuperação do valor em espécie ou por meio de créditos tributários.

Arte Fiscal: ajudando você a ter um diferencial em relação à concorrência e a conquistar o mercado

Diante do exposto, fica evidente a importância de conhecer quais são os produtos monofásicos e de entender como funciona seu regime de tributação. 

Para o setor varejista de autopeças, em que há uma elevada competitividade, é necessário lançar mão de todas as ferramentas possíveis para ter um diferencial em relação à concorrência. 

Nesse cenário, a redução de custos e o aumento da lucratividade com a revenda de produtos, de maneira vantajosa para empresa e para consumidor, são fatores cruciais para o sucesso.

Acesse e baixe, de forma gratuita, a Planilha de Produtos Monofásicos da Arte Fiscal e saia na frente em relação à concorrência!

Planilha de Produtos Monofásicos da Arte Fiscal

Quer recuperar agora os impostos pagos indevidamente?

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Precisa de uma contabilidade que entende do seu negócio ?

Encontrou! clique no botão abaixo e fale conosco!

Veja também

Posts Relacionados

Como A Correta Apuração De Impostos Pode Reduzir Custos Nas Empresas De Recrutamento (1) - Recuperação de Impostos | Planrec Gestão Tributária

Descubra Como Contestar Impostos Indevidos e Economizar Dinheiro!

Como Contestar Impostos Indevidos: Guia Completo para Empresários Economizarem Dinheiro Descubra como identificar e contestar impostos indevidos em sua empresa, economizando dinheiro e garantindo a saúde financeira do seu negócio! Contestar impostos indevidos pode ser uma tarefa desafiadora para muitos

Recursos Tributários Para O Setor De Conveniências - Recuperação de Impostos | Planrec Gestão Tributária

Recursos Tributários: Amplie os Lucros no Setor de Conveniências

Recursos tributários para o setor de conveniências: Aumente seus lucros com estratégias fiscais inteligentes Descubra como otimizar seus lucros com recursos tributários essenciais e transforme a gestão fiscal da sua conveniência em um diferencial competitivo! Recursos tributários para o setor

Declarações Fiscais - Recuperação de Impostos | Planrec Gestão Tributária

Dicas essenciais para otimizar suas declarações fiscais

Maximize a economia em suas declarações fiscais com dicas infalíveis Veja como estratégias fiscais eficientes podem transformar a saúde financeira da sua empresa, evitando multas e potencializando os lucros. As declarações fiscais são uma parte essencial da gestão financeira de

Oportunidades Tributárias Para Padarias - Recuperação de Impostos | Planrec Gestão Tributária

Oportunidades tributárias para padarias: Maximize seus lucros agora!

Conheça as melhores oportunidades tributárias para padarias e aumente seus lucros! Descubra como a gestão tributária especializada pode transformar a lucratividade da sua padaria e garantir o crescimento sustentável do seu negócio! Gerenciar uma padaria é um desafio constante. Além

Recomendado só para você
Fique atento às exigências legais para o pagamento de PIS…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top